Aprenda sobre Benefícios das Flores de Calêndula

Publicidade:

Flores que enfeitam, flores que curam. São uma boa definição para as calêndulas, pertencentes à família Asteraceae, vulgarmente conhecidas como malmequer, maravilha-do-jardim ou simplesmente maravilha.

Originária da Europa meridional, no Brasil a calêndula adaptou-se facilmente, sobretudo nas regiões Sul e Sudeste, onde é cultivada tanto para fins ornamentais, medicinais, cosméticos e culinários.

A planta herbácea, de ciclo de vida anual, caule piloso e ramificado em duas hastes principais, folhas macias e aveludadas, pode atingir até 50 cm de altura. As flores de cor amarela ou laranja, perfumadas, semelhantes às margaridas, podem compor maciços e bordaduras em jardins e embelezar vasos e jardineiras. As inflorescências da calêndula são do tipo capítulo, ou seja, indefinidas onde muitas flores se agrupam num só pedúnculo parecendo constituir uma única flor.

Para cultivar calêndulas, é imprescindível a luminosidade. A planta precisa de, no mínimo, 4 horas diárias de sol direto. A mistura de solo indicada para o plantio deve ser rica em matéria orgânica, composto de terra de jardim e terra vegetal. O ideal é adquirir as mudas já prontas, pois no plantio por meio de sementes o resultado é mais demorado. A calêndula gosta de solo sempre úmido, então, é recomendável regar dia sim dia não e, nos meses mais quentes, todos os dias para evitar que a terra seque. É tolerante ao frio e, apesar de perene, perde a beleza com o tempo, necessitando de replantio e de reforma anual dos canteiros.

Atualmente, as flores da calêndula cultivadas sem agrotóxicos ou aditivos químicos são comercializadas para consumo sobre saladas, patês, cremes de leite, iogurtes ou acompanhando outros pratos frescos. Podem ser usadas também em pães e massas de bolo.

A calêndula é uma ótima forma de combater a pele ressecada, podendo ser utilizada nas saladas, em forma de chá e como remédio. O sabonete líquido da flor tira toda a oleosidade da pele e combate espinhas e acnes. Flores e folhas são aproveitadas. A planta é indicada para infecções, cólicas menstruais, varizes, verrugas, brotoejas, queimaduras de sol, assaduras, dermatites, aftas, gastrite. Possui propriedades cicatrizante, antisséptico, sudorífico, analgésico, antinflamatório, antiviral, antiemético, vasodilatador, calmante, tonificante da pele e bactericida. Nos lares medievais, a calêndula era usada em sopas, no arroz e misturada à manteiga. Acreditava-se que ela evitava todas as doenças.


Categoria: Plantas | Tags: , , |